Turismo

Passeios

História

Cultura

Capoeira

Religião

Culinária

Música

Investir

Home

Sair

 

 

CAPOEIRA

Introdução (veja no texto abaixo)

Capoeira Angola (clique no texto ao lado para ir à pagina)

Capoeira Regional (clique no texto ao lado para ir à pagina)

A Capoeira é uma expressão muito popular da cultura e da identidade negra na Bahia. Ela é uma mistura de arte marcial e dança, de música e filosofia de luta e vida.

Ela foi criada, há séculos, pelos escravos como uma defesa pessoal, uma arma contra a opressão. A verdadeira origem da Capoeira é um ritual Africano, chamado de N'golo, que marcava a passagem para a vida adulta. Neste ritual os jovens guerreiros das tribos disputavam, com movimentos baseados na luta das zebras, as jovens mulheres e cabia a quem melhor sobressaía-se, o direito de escolher sua esposa entre as jovens, sem o pagamento do dote matrimonial.

Os escravos Africanos descobriram que estes movimentos das zebras quando usados com rapidez, destreza e malícia poderiam ser fatais para o oponente. Diante de sua situação difícil como escravos e da violência a eles imposta, eles começaram, sempre que podiam, a ensaiar esta forma de luta nas capoeiras dos canaviais. Eram lugares nas plantações de cana de açucar - nas quais os escravos eram obrigados a trabalhar - onde o mato foi queimado para o cultivo da terra ou outro fim. A Capoeira como arte marcial era, na época, a única arma que os negros tinham contra as espingardas dos feitores e dos capitães do mato durante suas fugas para os quilombos, comunidades onde os negros fugidos viviam organizados e em liberdade.

Após a abolição da escravidão, abonados ao próprio destino, os então ex-escravos precisaram ainda mais desta defesa pessoal e assim ela tornou-se um símbolo da resistência do negro contra a opressão branca.

Há um século, homens, jovens e velhos reuniam-se em vários pontos de Salvador, em praças e ruas, para fazer grandes rodas de Capoeira. A roda é a forma típica para praticar a Capoeira, onde várias pessoas formam um círculo no meio do qual duas pessoas lutam. Esta manifestação da Capoeira em público incomodava e preocupava muito o governo republicano, que em 1889, associou a Capoeira diretamente à criminalidade. Por isto os capoeiristas eram perseguidos e mais uma vez oprimidos.

roda de Capoeira

Hoje existem diferentes variações da Capoeira e todas têm em comum uma forma de luta marcial acompanhada de música e canto. O instrumento indissociável da Capoeira é o berimbau, feito com um pau de madeira, uma cabaça e uma corda de arrame. Muitas pessoas negras, mas também outras brancas, homens e mulheres, crianças, jovens e velhos praticam hoje a Capoeira como uma forma de luta, de dança, de expressão cultural ou mesmo de resistência e até de filosofia de vida.

Nestas variações se destacam a Capoeira Angola e a Capoeira Regional.