Turismo

Passeios

História

Cultura

Capoeira

Religião

Culinária

Música

Investir

Home

Sair

 

 

MÚSICA

Geral (veja no texto abaixo)

Ilê Aiyê (clique no texto ao lado para ir à pagina)

Margareth Menezes (clique no texto ao lado para ir à pagina)

Olodum (clique no texto ao lado para ir à pagina)

A música Baiana merece um destaque especial no nosso site já que a musicalidade está no sangue do povo Baiano. A Bahia é a terra mãe, a origem e a fonte de tantos estilos musicais, de tanta diversidade e originalidade musical que merece um capítulo exclusivo sobre este assunto. A Bahia respira e transpira música, um fenômeno que se originou na perfeita harmonia que a Bahia desenvolveu entre as influências do índio, do negro e do branco europeu.

Bahia é a terra do Samba, por ser o estado brasileiro com a maior concentração de negros ou, politicamente correto, de Afro-Americanos do Sul. Foram eles, os escravos africanos, que tinham o ritmo no sangue e o Samba no pé. Mesmo que hoje o Rio de Janeiro leve mais fama quando se trata de Samba, os conhecedores dizem que foi aqui que o Samba realmente nasceu e até hoje você pode encontrar pessoas fazendo "Roda de samba" ou tocando um "Sambinha" nas ruas e nos botecos espalhadas pela cidade, nos bairros pobres, nas praças do Pelourinho ou em qualquer lugar onde pessoas buscam diversão.

É nesta terra também que nasceu o inventor e pai da Bossa Nova talvez o primeiro estilo musical Brasileiro a fazer um sucesso estrondoso no mundo inteiro o João Gilberto, intérprete da imortal canção "A garota de Ipanema" ( de autoria do maestro da Música Popular Brasileira, o Tom Jobim, e com letras do saudoso escritor Vinícius de Morais ).

Foi também aqui que nasceu uma outro onda musical, importantíssima para a música brasileira como um todo e para a baiana em específico, chamada de "Tropicalismo". Ela que tem como expoentes principais Gilberto Gil, Caetano Veloso, Gal Costa e o inigualável Tom Zé. Junto com eles surgiu também uma banda da maior importância para o Tropicalismo, Os Novos Bahianos, que não existe mais, mas que tem vários de seus integrantes fazendo carreira solo, como Morais Moreira, Pepéu Gomes e Baby do Brasil.

ritmos africanos

 

A africanidade continua falando mais alto até hoje e criou estilos e ritmos com grande influência nacional e internacional. As bandas "Afro" criaram o Samba-Reggae, um ritmo forte e pulsante que não deixa ninguém insensível e muito menos parado em pé! Os maiores representantes deste estilo são Ilê Aiyê, Olodum e Muzenza. Eles, por sua vez inspiraram uma outra onda, talvez a mais conhecida e empolgante tendência musical com origem na Bahia nos dias de hoje, a música Axé. Aí têm inúmeros cantores, cantoras e bandas que fazem sucesso aqui na Bahia, no Brasil e no mundo afora como: Margareth Menezes, Ara Ketu, Daniela Mercury, Chiclete com Banana, Timbalada, Carlinhos Brown, Asa de Águia, Cheiro de Amor e tantos outros.

Para complementar o quadro, não podemos esquecer os vários outros estilos e ritmos inventados nesta terra da musicalidade como: a Lambada, o Afoxé e o Fricote, entre outros. Finalmente, é preciso mencionar o próprio Reggae que tem aqui multidões de adeptos e produziu alguns cantores da maior expressão como Lazzo e Edson Gomes.

Esta página não tem a pretensão de ser completo, mas para não deixar alguns nomes importantes da música baiana de fora, podemos ainda acrescentar a esta lista de talentos musicais locais os seguintes : Dorival Caymmi, Nana Caymmi, Maria Bethânia, Vânia Abreu, Clécia Queiroz, Daúde, Gerônimo, Luiz Caldas, Ivete Sangalo, Netinho, Wilson Café, Agbeokuta, etc.